Fóruns de Economia Associativa

Fóruns de Economia Associativa

Assim como não esperamos a cura de um processo febril pondo gelo no termômetro, assim também não poderíamos esperar melhoras por meio da manipulação corporativa ou da determinação política dos preços. O preço é um indicador; é consequência da realidade social subjacente aos processos econômicos da mesma forma que a febre é resultado de um desequilibrio orgânico.

Entregar a formação do preço ao acaso do mercado impessoal ou à abstração burocrática do poder estatal encobre nossa responsabilidade como poderosos agentes econômicos que somos a cada compra.

Na economia de viés dissociativo, atualmente predominante, o consumidor isolado, se quiser, pode até imaginar, mas não tem como perceber, muito menos confrontar-se com as consequências econômicas e sociais das suas compras. É neste ponto que o papel da Economia Associativa responde aos desequilibrios econômicos atuais, favorecendo a autogestão de consumidores, comerciantes e produtores que queiram assumir suas responsabilidades no campo econômico.

A vida demonstra que Pequenos Fóruns Econômicos locais não burocráticos podem fazer milagres ao mobilizarem a vontade coletiva que só pode resultar da associação e da multiplicação sinérgica das vontades individuais despertadas para além do próprio umbigo.

Marco Bertalot
Marco Bertalot-Bay

Docente da Especialização em Agricultura Biodinâmica do Instituto Elo

 

e2a economia associativa

Mais informações sobre Especialização em Economia Associativa

Cadastre seu endereço de e-mail para receber mais informações sobre a Especialização em Economia Associativa



Assine o nosso informativo:

DMC Firewall is developed by Dean Marshall Consultancy Ltd